quinta-feira, 23 de outubro de 2008


Pessoas sendo vacinadas

Barco equipado com aparelho Clayton espalha fumaça contra mosquitos no porto de Santos, por volta de 1905.


Charges da época



Carlos Chagas e pacientes no Hospital do Instituto Oswaldo Cruz
Carlos Chagas


quarta-feira, 22 de outubro de 2008









segunda-feira, 20 de outubro de 2008



segunda-feira, 13 de outubro de 2008

video
Vídeo Revolta da vacina.



Além dos estrondosos problemas ligados a carência de infra-estrutura e desenvolvimento totalmente desorganizado, com miséria e lixo por toda parte, gerando um ambiente totalmente propício a proliferação de doenças, sobretudo, o estopim para esse movimento foi à determinação do governo de uma lei que estabelecia vacinação obrigatória contra varíola. A população sem ter o mínimo de conhecimento a respeito da sua importância e modo de aplicação, se rebelou dando origem a revolta da vacina, no ano de 1904, durante o governo do presidente Rodrigues Alves.



O comércio tornou-se vítima de saques, os meios de transportes foram incendiados, a violência tomou conta das ruas, principalmente, de forma impiedosa contra os policiais e agentes da área da saúde. Em suma, vivênciamos um período de extrema revolta das camadas populares, entretanto fundamentado em uma série de questões.

Aqui iremos apresentar fatos e curiosidades sobre a Revolta da Vacina.

Certamente, é difícil associarmos a imagem da cidade do Rio de Janeiro atual com a situação desastrosa evidenciada no conflito denominado de Revolta da Vacina. Isso porque, a então capital do Brasil na época, foi palco de uma das maiores manifestações de caráter popular do Brasil república.